SUV DA BENTLEY APRESENTADO EM GENEBRA

Consciente da exclusividade que os seus clientes procuram, a Bentley revela a versão mais luxuosa (e cara) do mundo do seu SUV: o Bentayga Mulliner. Há pormenores de série e… uma série de extras.

Depois de já ter aplicado a mesma fórmula a outros modelos, o fabricante de automóveis de luxo Bentley acaba de dar a conhecer as primeiras imagens daquela que será a versão mais imponente, sumptuosa e cara do seu SUV. Ao Bentayga Mulliner não falta sequer um extra à altura: um não menos exclusivo relógio, cujo mecanismo mais complexo – o turbilhão – é composto por nada menos do que 196 peças. Daí que só o Mulliner Tourbillon by Breitling custe 150 mil euros, ou seja, cerca de metade do que é pedido pelo Bentayga. O que faz dele um opcional mais caro que muitos automóveis.

Apresentado como o SUV mais luxuoso do mundo, o Bentley Bentayga Mulliner será produzido num número reduzido de unidades, embora a marca não precise quantas. Estando, no entanto, já certo que surgirá equipado com o conhecido W12 6,0 litros de 608 cv e 900 Nm, que lhe permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 4,1 segundos, assim como atingir uma velocidade máxima anunciada de 301 km/h.

De resto, outra particularidade deste Bentayga Mulliner reside na pintura exterior de dois tons, outro factor de identidade tanto nos Bentley modernos como antigos. Ainda que, no caso do SUV, que pela primeira vez recebe esta pintura, continue a ser um opcional – como tal, sendo pago à parte.

Tal como o exterior, também o interior do Bentayga Mulliner prima pela exuberância. Destaque para um ambiente ultrachique, dominado por pele cosida à mão, além de concebido apenas e só para quatro ocupantes. Aos quais estão, de resto, destinados quatro cadeirões individuais, os de trás tipo classe executiva, curiosamente, numa pele de tom claro, em contraste com os bancos dianteiros, em pele escura.

 

Fonte: Observador

Fecha: 
Quarta, Março 15, 2017